Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé

biblioteca / especiais

O que cabe no poema?

Escrevendo

22 de maio de 2024

O poema é um gênero textual que se manifesta, sobretudo, nas infinitas possibilidades de se jogar com as palavras. A sua composição pode ou não apresentar rimas; pode desfrutar de ritmo e cadência ou dispensar qualquer musicalidade; pode ainda se organizar em estruturas previsíveis e regulares ou desafiar leitoras e leitores com suas variações. As formas pelas quais os poemas chegam ao mundo são múltiplas e inventivas, no entanto, há algo que não pode ficar de fora: a poesia. E o que é a poesia?

Levar esse gênero para sala de aula é abrir espaços para a experimentação da língua, para a descoberta dos sentidos escondidos que uma palavra pode carregar, para a busca de outras leituras possíveis e de novos caminhos de expressão. Confira, neste especial, diversos materiais elaborados pelo programa Escrevendo o Futuro para apoiar o trabalho de professoras e professores com o poema na escola.

 

Orientação para a prática

Acesse sequências didáticas e planos de aula que abordam de forma mais estruturada as características gerais do gênero poema e propõem atividades que podem ser realizadas com suas turmas:

  • Caderno Docente "Poetas da Escola": este material reúne 13 oficinas que têm por objetivo desenvolver a aprendizagem da leitura e da escrita do gênero poema. O conteúdo também conta com uma coletânea de poemas que podem ser lidos e trabalhados em suas aulas, além de estar alinhado à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

  • Sequências Didáticas - Poema: confira duas sequências didáticas, elaboradas por Diego Grando e Melissa Kuhn Fornari, que buscam articular atividades como leitura de poemas e identificação de efeitos de sentido, reflexão linguística e propostas de produção escrita, contemplando o levantamento de hipóteses, o compartilhamento de experiências e sensações de sua turma.

  • Literatura LGBTQIAPN+: poema e sarau: neste plano de aula, a autora Lua Lucas propõe explorar com estudantes os processos de visibilidade e sensibilização para as questões que envolvem as vivências da comunidade LGBTQIAPN+, a partir da leitura do poema "Eu existo", de Luan Bressanini, e realização de um sarau.

  • Poema – Como organizar um Slam na escola: veja, neste vídeo, dicas e sugestões da professora, poeta e editora independente Dinha (Maria Nilda de Carvalho Mota), sobre como organizar um Slam com suas turmas.

 

A poesia no chão da escola

Leia relatos, projetos de escrita e veja experiências práticas de professoras que despertaram um estado de poesia em suas turmas:

  • Em defesa da poesia na escola: neste texto publicado na seção Sala de Professoras do Portal Escrevendo o Futuro, Patrícia Calheta apresenta a experiência das professoras Elizete Vilela (MG) e Valquíria Silva Evangelista (BA) e reflete sobre como a poesia pode estar presente em suas práticas e gestos didáticos.

  • Poemas prontos para voarneste artigo publicado na edição nº 17 da Revista Na Ponta do Lápis, a professora Rosa Maria Mendes de Lima (MG) faz um relato sobre os desafios encontrados para trabalhar o gênero poema com sua turma a fim de participarem da Olimpíada de Língua Portuguesa, um concurso de textos que ocorria em âmbito nacional, e as estratégias afetivas que desenvolveu para engajar a escrita poética de suas alunas e alunos.

  • “Curta-poesias": conheça este projeto de escrita da professora Patrícia Amaral (PE), desenvolvido com estudantes de 9º ano do Ensino Fundamental, que partiu dos versos do poeta sertanejo Dedé Monteiro para transformar poesias em animações (curtas-metragens), unindo tradição local com práticas de letramento digital.

  • Ator em cena: Morte e Vida Severina: confira ainda este projeto elaborado pelo professor José Souza dos Santos que, junto à sua turma de 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola localizada na zona rural do Estado da Bahia, propôs transformar o poema "Morte e Vida Severina", de João Cabral de Melo Neto, em uma peça de teatro.

 

Artigos reflexivos e ampliação de repertório

Leia artigos e conteúdos reflexivos que abordam as poesias de Luiz Gama, Nei Lopes, José Craveirinha e Hilda Hilst, amplie seu repertório cultural sobre a literatura de cordel e conheça práticas de criação poética que contemplam poetas surdas(os):

 

Entrevistas

Conheça mais sobre a vida, a obra e os processos de escrita de importantes poetas da literatura brasileira:

 

Poesia em estado puro

Inspire-se com essa coletânea poética disponível no Portal Escrevendo o Futuro:

 

Estudantes-poetas

Conheça poemas de estudantes do Ensino Fundamental de todo Brasil que participaram da Olimpíada de Língua Portuguesa – um concurso de produção de textos de diversos gêneros, realizado pelo Programa Escrevendo o Futuro, que mobilizou professoras(es) e suas turmas ao longo de sete edições – e experimente utilizar essa produção poética em suas aulas:

Acompanhe as novidades

Imagem de capa de Uma caminhada pela memória negra das cidades brasileiras
educação e cultura

Uma caminhada pela memória negra das cidades brasileiras

Leia a entrevista com Guilherme Soares Dias, idealizador do Guia Negro, projeto de turismo que promove caminhadas pelas histórias e culturas negras em 30 cidades e 21 estados brasileiros.

educação antirracista, movimento negro, cidadania, oralidade, turismo, Guia Negro, letramento racial

Imagem de capa de Uma ampliação de Pontos de Vista
sobre o Programa

Uma ampliação de Pontos de Vista

Saiba o que mudou na nova edição do Caderno Docente de artigo de opinião

Imagem de capa de A hora e a vez das biografias
sobre o Programa

A hora e a vez das biografias

Conheça o novo Caderno Docente com atividades sobre o gênero biografia

Imagem de capa de Na Ponta do Lápis: revista chega ao número 40 com edição especial sobre culturas indígenas
sobre o Programa

Na Ponta do Lápis: revista chega ao número 40 com edição especial sobre culturas indígenas

Confira os conteúdos sobre línguas e literaturas indígenas de autoras(es) de diversas etnias do país

revista NPL, línguas indígenas, literatura indígena, formação docente, educação para as relações étnico-raciais

Comentários


Ninguém comentou ainda, seja o primeiro!

Ver mais comentários

Deixe uma resposta

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar
inicio do rodapé
Fale conosco Acompanhe nas redes

Acompanhe nas redes

Parceiros

Coordenação técnica

Iniciativa

Parceiros

Coordenação técnica

Iniciativa


Objeto Rodapé

Programa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Artur de Azevedo, 289, Cerqueira César, São Paulo/SP, CEP 05.404-010.
Telefone: (11) 2132-9000

Termos de uso e política de privacidade
Objeto Rodapé

Programa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Artur de Azevedo, 289, Cerqueira César, São Paulo/SP, CEP 05.404-010.
Telefone: (11) 2132-9000