Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé

biblioteca / especiais

A oralidade no ensino de língua portuguesa

Portal Escrevendo o Futuro

19 de abril de 2023

A oralidade como saber escolar está presente nos programas curriculares do ensino de língua portuguesa desde meados do século XIX. No entanto, os objetivos de ensino dos gêneros orais ganharam diferentes contornos de acordo com as concepções e conceitos de língua e práticas de linguagem ocorridas no decorrer do tempo.

Atualmente, a oralidade, ao lado da leitura/escuta, da produção escrita/multissemiótica e da análise linguística/semiótica, constitui um dos eixos de integração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino de língua portuguesa. Com o propósito de apoiar as reflexões sobre a abordagem de gêneros orais na sala de aula, selecionamos alguns conteúdos de apoio pedagógico sobre este tema.


No artigo Oralidade e ensino de língua portuguesa, publicado na edição nº 29 da revista Na Ponta do Lápis, o professor Sandoval Nonato apresenta um panorama histórico sobre as funções da oralidade e os recursos didáticos utilizados em seu ensino para refletir sobre os desafios atuais da linguagem oral nas aulas e currículos de língua portuguesa.


Na videoconferência A oralidade também se ensina, o professor Joaquim Dolz trata da necessidade de preparar as(os) estudantes para o uso público da comunicação oral em suas diferentes práticas e modalidades como, por exemplo, expor ideias, explicar conceitos, debater ou entrevistar.


Já a sequência didática Contação de História no Ensino Fundamental II: Oralidade e Multidialetismo e o artigo de orientação para a prática Erguendo a voz: o podcast em sala de aula, elaborados pela professora Talita Zanatta, apresentam propostas de atividades que utilizam os gêneros orais para estimular a participação de estudantes em sala de aula, legitimando os conhecimentos construídos a partir da linguagem oral e cotidiana em uso.


Confira ainda a entrevista Pelos livros, trazer a beleza da aldeia para a cidade, na qual Yaguarê Yamã conta como a sua formação de escritor e autor de literatura passa pelas contações de história que vivenciou em sua infância, valorizando os saberes produzidos pela oralidade dos povos Maraguá e Sateré-Mawé. Aproveite também para ler seus contos “Ka’apora’rãga e as mães da mata”e “A gênese maraguá e a origem do mundo”.

Acompanhe as novidades

Imagem de capa de Abril indígena: aproximando as narrativas dos povos originários do cotidiano escolar
especiais

Abril indígena: aproximando as narrativas dos povos originários do cotidiano escolar

Veja o especial que reúne conteúdos sobre literatura e culturas indígenas para auxiliar no planejamento anual de suas aulas

literatura indígena, formação leitora, culturas indígenas, ensino de leitura literária, planejamento docente

Imagem de capa de Uma ampliação de Pontos de Vista
sobre o Programa

Uma ampliação de Pontos de Vista

Saiba o que mudou na nova edição do Caderno Docente de artigo de opinião

Imagem de capa de A hora e a vez das biografias
sobre o Programa

A hora e a vez das biografias

Conheça o novo Caderno Docente com atividades sobre o gênero biografia

Imagem de capa de Na Ponta do Lápis: revista chega ao número 40 com edição especial sobre culturas indígenas
sobre o Programa

Na Ponta do Lápis: revista chega ao número 40 com edição especial sobre culturas indígenas

Confira os conteúdos sobre línguas e literaturas indígenas de autoras(es) de diversas etnias do país

formação docente, literatura indígena, educação para as relações étnico-raciais, línguas indígenas, revista NPL

Comentários


Ninguém comentou ainda, seja o primeiro!

Ver mais comentários

Deixe uma resposta

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar
inicio do rodapé
Fale conosco Acompanhe nas redes

Acompanhe nas redes

Parceiros

Coordenação técnica

Iniciativa

Parceiros

Coordenação técnica

Iniciativa


Objeto Rodapé

Programa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Artur de Azevedo, 289, Cerqueira César, São Paulo/SP, CEP 05.404-010.
Telefone: (11) 2132-9000

Termos de uso e política de privacidade
Objeto Rodapé

Programa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Artur de Azevedo, 289, Cerqueira César, São Paulo/SP, CEP 05.404-010.
Telefone: (11) 2132-9000