Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        

Pergunte a Olímpia

Inicio do conteudo

Pergunte à Olímpia: Navegue pelas perguntas abaixo utilizando as setas e tecle enter para acessar a pergunta.

Autor Profª Olímpia
Pergunta:

Professora Olímpia fala sobre os momentos vividos nos Encontros de Semifinalistas, que reuniram professores e estudantes em uma grande festa do conhecimento.

 

Dedicados(as) educadores(as) e estudantes,

Depois de um período voltado ao trabalho nos magníficos Encontros de Semifinalistas da 6a edição da Olimpíada, estou de volta!

Como prometido, tentarei contar um pouquinho dos intensos momentos vividos ao lado de tantos alunos, alunas, professores e professoras pra lá de talentosos, buscando retratar alguns episódios dessa grande festa do conhecimento.

Tudo começou no acolhimento: espaço cuidadosamente organizado, palco todo colorido, sorrisos tímidos convivendo com largos sorrisos e fortes abraços, incontáveis fotos e a certeza de que os dias em São Paulo seriam de muito diálogo, aprendizado e novas amizades.

Como formadora, procurei acompanhar todos os grupos ao máximo! Mesmo quando estive envolvida com os trabalhos das Comissões Julgadoras, dei um jeitinho de prosear com nossos brilhantes docentes e nossos encantadores poetas, cronistas, memorialistas, documentaristas e articulistas! Um encanto sem fim escutar sotaques tão diversos, em meio a histórias de superação e de quem, pela primeira vez, havia viajado de avião ou mesmo se hospedado em um hotel...

São Paulo soube acolher nossos professores(as) e nossos(as) meninos(as)! Ao longo de cinco semanas, imaginem só, choveu, fez um sol de rachar, esfriou, ventou e, por vezes, tudo isso em um só dia! Parecia que até a cidade estava sob impacto de tão nobres visitantes!

Nas salas de formação, numerosas trocas de experiências. Cada um(a) contando um pouquinho de seu lugar, do trabalho com o gênero, das dificuldades e das surpresas com o reconhecimento de todo o investimento reflexivo e estudo. Nesse sentido, docentes e estudantes pareciam iguais, dada a euforia e a vontade de levar, pela palavra, cada colega para um passeio pela escola, ruas e bairros, tornando os relatos verdadeiras viagens sem sairmos do lugar.

Nesta edição, tivemos o privilégio de conviver com profissionais da palavra! Em cada semifinal, um escritor(a), professor(a), jornalista, documentarista intimamente vinculado(a) a cada um dos gêneros emocionou, fez pensar e, seguramente, ampliou dizeres de todos os presentes, reafirmando nossa convicção de que essas foram experiências que voarão para todos os estados do nosso país. Um grande viva aos talentosíssimos “parceiros olímpicos” Jessé Andarilho, Geni Guimarães, Ricardo Aleixo, Bianca Santana e Luís Lomenha e equipe do canal Futura – André Lucio Libonati Esteves, Eduardo Bittencourt Schemes, Sara Pavan, Tcharly Magalhães Briglia.     

Os passeios culturais foram um outro ponto alto dos encontros: Museu Afro Brasil, Museu do Futebol, Museu Catavento Cultural e Educacional e Pinacoteca do Estado de São Paulo. Todos os grupos puderam apreciar um pouquinho da diversidade cultural de nossa cidade e de locais e paisagens rapidamente capturados pelos olhares da janela dos ônibus, no caminho de ida e volta do hotel.

Ganhamos demais nessas semanas! E falar desses ganhos é muito mais do que parabenizar quem deixou as semifinais com as medalhas de bronze e prata, garantindo lugar na grande final olímpica. É, sem medo de errar, anunciar o lugar privilegiado e de fabuloso ganho pela partilha, pela escuta respeitosa da história de cada um(a), pelo valoroso aprendizado nas oficinas, pelos aplausos à espontaneidade e ao talento demonstrados nos diferentes saraus (um verdadeiro show da diversidade, com direito à vasta declamação de poemas – próprios, de autoria de professores e alunos, e alheios -, danças, cantoria e muita animação), pelo encantamento das mãos cheias e olhos maravilhados com os livros que todos puderam escolher como presentes para ainda mais poderem saber... Enfim, ganhos incontáveis, motivados pela aposta no poder (trans)formador das palavras!

Tudo acabou na festa de premiação: olhares de cumplicidade e ansiedade que, aos poucos, deram lugar a carinhosos abraços, seja pela conquista da nova medalha, seja pela celebração do trabalho bem feito e de toda a singular vivência, na escola e na “terra da garoa”. E mesmo quem não conteve as lágrimas, contou com muitos abraços de formadores, monitores, professores e novos amigos que, prontamente, convidaram à celebração final na festa carinhosamente preparada para todos os participantes! Afinal, não faltavam motivos para comemorar!

Será mesmo que tudo acabou? Na verdade, tenho convicção de que tudo permanece vivo e, como forma de sinalizar essa continuidade, trago algumas imagens das celebrações locais, quando do retorno de nossos competentes professores(as) e alunos(as) ao “lugar onde vivem”:

 

 

Assim, com enorme gratidão pela inigualável oportunidade de aprendizado, convido todos vocês a deixarem comentários sobre os efeitos da Olimpíada na trajetória de construção de conhecimentos. 

Beijo carinhoso, muito obrigada e até já,

Olímpia

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

fim do conteudo
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Futura
 
Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
 
Conséd, Conselho Nacional de Secretários de Educação
Coordenação técnica
Cenpec, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé