Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        

Pergunte a Olímpia

Inicio do conteudo

Pergunte à Olímpia: Navegue pelas perguntas abaixo utilizando as setas e tecle enter para acessar a pergunta.

Autor Profª Olímpia
Pergunta:

Os passos iniciais para a participação na 6ª edição é o tema da conversa com Olímpia

 

Dedicados educadores,

Na semana passada, quando da publicação do primeiro texto de 2019, comecei a apresentar a vocês algumas diretrizes do Programa Escrevendo o Futuro e, com particular atenção, da 6a edição da Olimpíada.

Agora, quero chamá-los para um “café com prosa” – para mim, prosa boa é sempre acompanhada por um saboroso café -, para que possamos trocar ideias a respeito dos passos iniciais para a participação na Olimpíada, de forma que todos os envolvidos – professores, gestores, alunos, familiares e comunidade – possam compreender a pertinência e a relevância do nosso concurso de textos. Vamos lá?

Clique nas xícaras abaixo para ver as dicas.

1º gole

Tudo começa com uma visita ao Portal! Afinal, se você já é um “velho conhecido” da Olimpíada, sabe que publicamos constantemente novidades para o melhor andamento do trabalho dentro e fora da sala da aula, considerando as oficinas e as diferentes Comissões Julgadoras do concurso, respectivamente. Agora, se você experimentará vivenciar o ensino de gêneros discursivos a partir de um ou mais de nossos Cadernos Virtuais, então, a navegação é fundamental! Para tanto, você terá de fazer o cadastro no Portal e, na sequência, acessar os Cadernos da Olimpíada, a fim de explorar modos de favorecer a articulação teórico-prática, a partir de um cuidadoso elenco de propostas acompanhas por reflexivos vídeos, áudios e textos.

2º gole

Não confunda o Cadastro no Portal – que favorece o acesso a todos os nossos cadernos, cursos on-line, bate-papos, videoconferências, entre tantos outros produtos – com a sua inscrição na Olimpíada, ok? Quem já tem o cadastro, vale acessá-lo para checar se todas as informações estão corretas e atualizadas e quem não o tem, a hora é agora! Com o cadastro realizado, é só aguardar o lançamento da Olímpiada, no dia 20 de fevereiro, e iniciar a sua inscrição – para que, com adesão dos municípios e estados, no caso dos secretários de educação, e dos professores, os textos produzidos pelos alunos possam integrar o concurso. Daqui a pouco, publicaremos todos os detalhes das inscrições previstas para cada membro de nossa “comunidade olímpica”.

3º gole

Uma outra questão importante é sensibilizar os alunos para a participação! Para isso, gestores e professores precisam estar bem informados sobre a Olimpíada e, especialmente, pensar em uma forma de apresentá-la para fazer “os olhos brilharem”! Tenho duas sugestões, que podem ser utilizadas de maneira integrada ou em momentos distintos: selecionar um dos vídeos de nossas Etapas Regionais, de edições passadas, para a apresentação aos alunos (para que eles tenham a dimensão da abrangência do concurso) e realizar uma roda de conversa a partir do “Itinerário da Olimpíada” (que será disponibilizado em breve, com todo o percurso a ser trilhado pelo texto enviado). Ainda, se houver na escola ou mesmo na cidade (ou município próximo) algum professor ou aluno que já participou, vale investir nos relatos de experiência, pois costumam ser valiosos!

4º gole

Vencidas as etapas da inscrição e da apresentação da Olimpíada para as turmas, vem a do planejamento, ou seja, “como pretendo integrar as oficinas do Caderno Virtual nas minhas aulas?” Essa é uma questão essencial, pois a Olimpíada não é “mais uma tarefa para o professor, desvinculada da sua rotina”, mas sim uma singular oportunidade de promover o diálogo entre os conteúdos estabelecidos para o trabalho com determinado ano escolar e as atividades apresentadas em cada Caderno Virtual, de modo a otimizar não apenas o tempo didático, mas também a própria relação de ensino-aprendizagem, considerando a integração das práticas de linguagem propostas em poemas (5o ano EF), memórias literárias (6o e 7o anos EF), crônicas (8o e 9o anos EF), documentários (1o e 2o anos EM) e artigos de opinião (3o ano EM).

 

Como esse planejamento precisa ser feito de maneira cuidadosa e criteriosa, encerrarei esse texto por aqui, já convidando todos os educadores para uma visita virtual na próxima semana, quando pretendo exemplificar maneiras de estabelecer esse diálogo para o trabalho efetivo com as oficinas.

Conto com a presença de todos vocês! Aproveitem para enviar suas dúvidas e inquietações, pois, assim, já poderei integrá-las às novas prosas, certo?

Um beijo carinhoso, obrigada e até já,

Olímpia

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

fim do conteudo
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Futura
 
Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
 
Conséd, Conselho Nacional de Secretários de Educação
Coordenação técnica
Cenpec, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé