Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        

Pergunte a Olímpia

Inicio do conteudo

Pergunte à Olímpia: Navegue pelas perguntas abaixo utilizando as setas e tecle enter para acessar a pergunta.

Autor Profª. Olímpia
Pergunta:

Olímpia fala sobre as produções dos professores, que têm como enfoque o olhar para a prática em sala de aula.

 

Dedicados leitores

Como vocês bem sabem, é lugar comum por aqui a prosa sobre os alunos, envolvendo os desafios do professor no trato com as turmas, no contexto de diversificadas situações de ensino-aprendizagem.

Menos frequente, sem dúvida, é a reflexão voltada aos “escritos docentes”, ou seja, aos textos produzidos pelos professores, que têm como enfoque o olhar para a prática em sala de aula.

Vamos conferir como tal questão chegou aqui? Leiam a mensagem enviada pela professora Conceição, de São Paulo:

Olímpia, tudo bem?

Sou professora de EF e dou aulas em duas escolas públicas. Ontem, a coordenadora de uma das escolas falou sobre a importância de refletir sobre a prática; escrever sobre o que fazemos, por que fazemos e como fazemos. A correria é tanta que quase nem paro pra pensar sobre o que faço e, às vezes, mal dá tempo de planejar... Fiquei até zonza com a novidade!

Dá pra você me ajudar a pensar sobre isso?

Bj e obrigada,

Conceição 

 

Vocês podem imaginar a carinha de surpresa da professora? Eu já imaginei, pois estou acostumada a fazer tal convite, em encontros presenciais de formação ou mesmo em atividades vinculadas a cursos a distância.

Sem dúvida, “pausar” a nossa rotina agitada para sentar e organizar um relato sobre a prática é um “desafio de fôlego”, mas penso valer cada minuto!

Isso porque o exercício de produzir um texto nem sempre é comum na vida de um professor, que está constantemente às voltas com “produções alheias”. Além disso, rememorar o vivido requer tempo, especialmente na tomada de decisão sobre o que é essencial registrar.

Como anunciado no Especial Relatos de Prática, lançado recentemente no Portal, esse exercício convoca o movimento de assumir o lugar do professor-autor:

Assim, a singularidade das ações do professor torna-se objeto de reflexão. Retratar suas escolhas, suas estratégias e caminhos para favorecer a reflexão de seus alunos acaba por contribuir não apenas para a autorreflexão, mas sobretudo da sua equipe de trabalho.

Isso significa que também é preciso considerar a dimensão formadora da produção de um relato de prática, já que as experiências vividas, de modo singular com determinada turma, poderão inspirar movimentos reflexivos significativos, capazes de gerar efeitos consistentes e relevantes para outros professores (e, por consequência, alunos).

Uma dica fundamental para a produção do relato é o contato com parceiros de sua equipe: outros professores, colegas de trabalho, que podem ajudá-la a definir os momentos mais marcantes, que promoveram a efetiva construção de conhecimento, assim como os meios de superação das dificuldades.

Ao lado dessa “boa prosa” está a retomada dos registros escritos da turma. Como enfatizado no infográfico do Especial, “vale retomar o que ficou documentado das ações docentes, lembrar o que gerou inquietações e mobilizar o que ficou marcado na memória e nos sentimentos”. Assim, falas instigantes e reveladoras de dúvidas e acertos, atividades marcantes, discussões e materiais que favoreceram a aprendizagem merecem destaque.

Pra terminar, mais um trecho de nosso Especial, só pra você ter certeza de que o convite da sua coordenadora não pode ser recusado:

Pronta para escrever, certo? Conte com dicas e atividades propostas no Especial Relatos de Prática, pois ele acompanhará você na reflexão passo a passo. Ah, não esqueça de investir um tempinho na leitura das publicações da equipe do Programa sobre relatos, todas disponíveis no link “Linha do Tempo”!

Desejo muito sucesso e agradeço pelo envio da pergunta.

Bj carinhoso e até já,

Olímpia

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

fim do conteudo
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Futura
 
Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
 
Conséd, Conselho Nacional de Secretários de Educação
Coordenação técnica
Cenpec, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé