Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        
Assunto: null
Autora: Marina Almeida
28 Julho 2020

Em tempos de isolamento social, museus, teatros e centros culturais de todo o Brasil têm apostado na internet para oferecer alternativas de lazer e vivências artísticas. Além de passeios virtuais, que simulam uma caminhada pelas salas dos museus e teatros, com visão de 360°, encontramos fotografias de obras, vídeos de artistas, gravações de espetáculos e propostas de oficinas para crianças e adultos fazerem em casa. A riqueza de materiais e temas pode ampliar os repertórios culturais, complementar as aulas à distância, e proporcionar a descoberta de novas linguagens, formas de expressão e fruição artística. Confira, na seleção abaixo, alguns dos espaços que possuem visitas e atividades online.

Museu Histórico Nacional: uma das vantagens das visitas online é poder desafiar tempos e espaços. Um passeio pelo Museu Nacional, do Rio de Janeiro (RJ), disponível no projeto Google Arts and Culture, permite conhecer um pouco das salas e das obras do antigo prédio, que foi destruído pelo fogo em 2018. Passeando pelos corredores do museu com a ajuda da ferramenta de navegação 360°, conhecemos preciosidades arqueológicas – como o mais antigo esqueleto humano das Américas – e algumas de suas salas mais famosas, como as de arte grega, egípcia, africana e indígena. A cada sala, pequenos áudios trazem explicações sobre as obras expostas. O site traz ainda outros tours temáticos e uma grande coleção de fotos apresenta, com detalhes e informações, outros objetos do antigo acervo. Visite: https://artsandculture.google.com/project/museu-nacional-brasil

Museu da Língua Portuguesa: na busca de palavras para expressar o que sentimos neste momento de pandemia e isolamento, o projeto “Palavra no Agora” reúne uma série de materiais elaborados com a colaboração do público. Na página do projeto, encontramos trechos de obras literárias que falam sobre a dor e a perda, escritos enviados pelos participantes, e resenhas de livros, filmes e músicas que podem trazer alento e reflexão. Além disso, em suas redes sociais, o museu traz debates e apresentações sobre linguagem, literatura e a cultura feita em língua portuguesa. Conheça o projeto: https://noagora.museudalinguaportuguesa.org.br/

Instituto Inhotim: é possível fazer um passeio virtual pelos bosques e pelas instalações artísticas do Instituto, que fica em Brumadinho a 60 quilômetros de Belo Horizonte (MG), e é reconhecido como um dos mais importantes espaços de exposição de arte do Brasil. Além do tour, realizado com a ferramenta de navegação 360°, cinco exposições podem ser conferidas por meio de imagens das obras, vídeos e contextualizações sobre os trabalhos, ajudando o visitante a se aproximar de seus conceitos artísticos. Visite: https://artsandculture.google.com/partner/inhotim?hl=pt-br

Pinacoteca de São Paulo: na página do museu, a sessão #Pinadecasa é toda dedicada às visitas e atividades que podem ser realizadas à distância. No tour virtual, é possível visualizar em 3D todo o mapa da Pinacoteca e passear pelos corredores e salas de todos os andares do prédio. A sessão traz também jogos e brincadeiras, que partem das obras do acervo para convidar crianças e jovens a desenvolver um olhar mais atento e reflexivo sobre a arte. Já para as crianças, o vídeo Pinacanção conta a história de um passeio em família pelo museu. Conduzido por uma história cantada, composição de Hélio Ziskind, o vídeo nos convida a descobrir os tons, as texturas e as escalas do mundo da pintura. Nas redes sociais, a Pinacoteca de São Paulo convida personalidades da cultura para escolherem suas obras brasileiras favoritas, contarem sobre sua preferência e fazerem uma seleção de músicas que podem ser associadas a ela, unindo linguagens e ampliando a discussões sobre arte. Visite: http://pinacoteca.org.br/pinadecasa/

MASP: no passeio virtual pelo Museu de Arte de São Paulo (MASP), que utiliza a tecnologia de navegação do Google, podemos ver grandes obras da pintura e da escultura europeia, africana, asiática e das Américas. Além do tour, há uma coleção de fotos de mais de mil itens do acervo, que podem ser visualizadas. Entre as obras de destaque, vale ressaltar a presença de artistas renomados internacionalmente, como Portinari, Anita Malfati, Picasso, Modigliani, Van Gogh, Degas, Renoir e Cézanne, entre outros. Nas suas redes sociais, além de discussões sobre arte e comentários sobre o acervo, o MASP traz, todas as terças, um desafio: crianças e adultos são convidados a se inspirarem numa obra indicada para fazerem seus próprios desenhos. Ao final da semana, alguns deles são publicados na página. O desafio acontece no Instagram do museu @masp Visite: https://artsandculture.google.com/partner/masp

Museu Oscar Niemeyer (MON): o museu de Curitiba (PR) tem 1.480 itens digitalizados, entre objetos, esculturas, pinturas e fotografias. Na exposição “África, mãe de todos nós”, podemos conhecer mais sobre as máscaras e esculturas tradicionais de diferentes países da região, além de ler sobre suas simbologias. Já a exposição “Ásia: a terra, os homens, os deuses” traz objetos tradicionais históricos, sagrados e de uso cotidiano, de países como Índia e Japão. Vale conferir também as outras exposições online de arte contemporânea, design, arquitetura e fotografia. Na sessão #monencasa, encontramos ainda as Oficinas Artísticas, uma série de atividades que podem ser desenvolvidas pelas crianças sob a orientação dos pais. As propostas são baseadas em obras de arte e podem ser realizadas com materiais simples e técnicas fáceis de aprender, há ainda uma indicação etária para orientar os familiares. Já Arte para Maiores traz atividades de desenho e criação a partir de objetos do cotidiano, propondo formas mais contemporâneas de pensar o fazer artístico. Pensadas originalmente para a terceira idade, as atividades podem agradar jovens e adultos interessados no tema. Visite: https://museuoscarniemeyer.org.br/mon/monemcasa/

Paço do Frevo: no tour virtual pelo museu recifense dedicado ao frevo podemos conhecer mais de seus vários espaços. Completam o passeio, uma série de exposições online, com fotos, vídeos e textos que contam a história do carnaval e do frevo. Entre os destaques da coleção, está a série Retratos do frevo, com fotos de Pierre Verger realizadas numa festa de rua em 1947. Já nas redes sociais, artistas convidados mostram um pouco mais de sua arte na página do Instagram @pacodofrevo. Visite: https://artsandculture.google.com/partner/paco-do-frevo

Cais do Sertão: o museu interativo que homenageia Luiz Gonzaga e o sertão nordestino, localizado em Recife (PE), centrou suas atividades deste período em sua página do Instagram. Lá encontramos brincadeiras, contação de histórias, músicas e debates. Conversas com estudiosos, artistas e artesãos abordam temas como a história do pandeiro, o cavalo marinho, o cangaço, os bonecos de mamulengos, a mitologia dos orixás, o artesanato em barro e a história das quadrilhas e dos ritmos juninos. Vale ainda ouvir as playlists, seleções musicais temáticas feitas por artistas locais a convite da instituição: muito forró, baião, repentes e ritmos pernambucanos. Confira: @caisdosertao

Theatro Municipal de São Paulo: A fachada, o Saguão Principal, o São Nobre e a Sala de Espetáculos, entre outros espaços, podem ser visitados por meio de um tour online com visão 360°. Fotos detalhadas e um áudio guia com as particularidades da arquitetura e história do Theatro também acompanham a visita. A programação online ainda traz uma série de espetáculos com concertos, balés e óperas que podem ser assistidos em casa. Entre os clássicos disponíveis estão: A Sagração da Primavera, de Stravinsky (com o Balé da Cidade de São Paulo), a ópera O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, e as sinfonias de Beethoven, entre outros. Livretos com explicações sobre as apresentações ajudam a compreender melhor as obras. Visite: https://theatromunicipal.org.br/

Teatro Amazonas: na página da Secretaria de Cultura do Amazonas também é possível fazer uma visita virtual ao Teatro Amazonas, que fica em Manaus. A programação neste período conta com lives de artistas de diversos ritmos, transmitidas pelas redes sociais. Há ainda uma série de apresentações de jazz e de orquestra de violões, que podem ser conferidas no site. Vale ainda o destaque para as vídeo aulas de desenho, violão e teclado, disponíveis no projeto Praticarte. Confira: https://cultura.am.gov.br/portal/cultura-sem-sair-de-casa/

Museus pelo mundo: conheça museus do mundo todo que têm passeios e obras online, abertos para visitação: https://www.cenpec.org.br/tematicas/roteiro-cultural-museus-em-todo-mundo-sem-sair-de-casa


Conteúdo relacionado

Mais conteúdos sobre o Assunto

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

Fim do conteudo.
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Futura
 
Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
 
Conséd, Conselho Nacional de Secretários de Educação
Coordenação técnica
Cenpec, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé