Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        

Mês da Consciência Negra: sugestões para ler, ver e ouvir

Inicio do conteudo

O dia 20 de novembro é a data central do Mês da Consciência Negra. Foi nesse dia, em 1695, que morreu Zumbi, líder do maior e mais famoso quilombo da história do Brasil, o de Palmares.

São inúmeros os temas relacionados à herança africana no Brasil e o Portal Escrevendo o Futuro quer tratar de alguns deles, apresentando sugestões de livros e vídeos que tratem do assunto, particularmente no que se refere à literatura, à arte e à cultura africana e afro-brasileira e alguns de seus principais expoentes.

Esses temas estão contemplados no documento preliminar que irá subsidiar a Base Nacional Comum Curricular – BNCC -, instrumento oficial previsto na Constituição de 1988 e também nos Parâmetros Curriculares Nacionais, na Lei de Diretrizes e Bases e no Plano Nacional de Educação que irá definir o que é essencial ao ensino de todos os alunos, em cada uma das etapas da vida escolar. 

Na BNCC, entre os princípios orientadores da definição de objetivos de aprendizagem das áreas de conhecimento, a cultura africana aparece como “um dos temas integradores que perpassam objetivos de aprendizagem de diversos componentes curriculares das diferentes etapas da Educação Básica". Também faz parte de um dos objetivos gerais do componente Língua Portuguesa: "valorizar diferentes identidades sociais, lendo e apreciando a literatura da cultura tradicional, popular , afro-brasileira, africana, indígena e de outros povos e culturas".

 

Escrevendo o Futuro promove debate sobre literatura, arte e cultura negra

 

No dia 27 de novembro, às 10h, o Portal também irá realizar um debate no Auditório do Cenpec, em São Paulo, sobre esses temas. A mesa “Vozes negras: literatura, arte e cultura” será gravada e o vídeo ficará disponibilizado no Portal. Participam dele: Allan da Rosa, professor, escritor, agitador cultural, ativista do movimento negro e coordenador do Edições Toró, selo que publica escritores da periferia; Carlos Caçapava, músico, educador e diretor do grupo de percussão Batucaxé "Da" Trindade, de Embu das Artes (SP). A conversa será mediada por Christiane Gomes, da equipe de comunicação do Cenpec.

O Portal Escrevendo o Futuro também traz uma série de sugestões de vídeos e páginas da internet que tratam de importantes escritores negros brasileiros contemporâneos. Antes, mostre para seus alunos o videoclipe com a música “Passarinhos” de Emicida com participação de Vanessa da Mata, história em que o mundo dos livros transforma meninos:

 

 

Carolina de Jesus

Conheça um pouco sobre a escritora, poeta e sambista brasileira Carolina Maria de Jesus (1914 – 1977). Seu mais famoso livro, Quarto de despejo, publicado em 1960, foi traduzido para 13 idiomas.  Saiba mais sobre ela e sua obra no verbete da Enciclopédia Itaú Cultural.

O Canal Futura também produziu um documentário por ocasião do centenário da escritora:

 

Veja também um documentário “Poética da diáspora” produzido pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo) com a historiadora Elena Pajaro Peres que fala da vida, dos dilemas e da obra da escritora, ressaltando a importância de verificar aspectos que vão além dos livros e do período em que a autora viveu em São Paulo.

 

 

Joel Rufino dos Santos

Historiador e escritor nascido no Rio de Janeiro, Joel Rufino dos Santos (1941-2015) escreveu livros para crianças, jovens e adultos, ficção e não ficção, chegando a ser finalista por duas vezes do Prêmio Hans Christian Andersen, um dos mais importantes do mundo na categoria infanto-juvenil. Saiba mais sobre eles e suas obras na página do escritor na internetVeja também a entrevista que ele concedeu ao programa Uma palavra, do Canal Futura:

 

Também falou sobre “Diáspora africana e construção do Brasil” no programa Entrelivros:

 

Já no Café Filosófico, seu tema foi o conceito de democracia racial e de cultura universal:

 

 

Conceição Evaristo

É uma das principais escritoras negras brasileiras da atualidade. Mestra em Literatura Brasileira pela PUC-Rio e doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense, autora de romances que abordam temas como a discriminação racial, de gênero e de classe. O seu livro Ponciá Vicêncio, de 2003, foi traduzido para o inglês e publicada nos Estados Unidos em 2007. Veja aqui um vídeo com a trajetória da escritora.

Ela também tem uma página na internet.

 

Elisa Lucinda

Jornalista, atriz, escritora e poeta, Elisa Lucinda é capixaba e começou a ficar famosa por seu trabalho em novelas de TV, teatro e cinema. Transformou seu primeiro livro de poesia O Semelhante (1994) num espetáculo de teatro em que dizia seus versos e conversava com a platéia, permanecendo em cartaz durante seis anos, no Brasil e no exterior. Veja entrevista de Lucinda para o programa Ciências e Letras:

Conheça também sua página na internet.

 

Paulo Lins

Escritor e roteirista, é autor do romance Cidade de Deus, de 1997, obra que inspirou um dos mais importantes filmes brasileiros, de mesmo nome, dirigido por Fernando Meirelles. Também é autor de Desde que o Samba é Samba (2012), romance que recria a invenção do samba por músicos do bairro carioca da Estácio na década de 1920.  Veja entrevista com o escritor em que ele fala da trajetória de seu mais famoso livro "Cidade de Deus", antes e depois do lançamento do filme:

 O jornal literário Rascunho também publicou uma longa conversa com Lins.

 

Solano Trindade

Pernambucano que passou a maior parte de sua vida em São Paulo, nasceu em Recife em 24 de julho de 1908 e morreu no Rio de Janeiro em 19 de fevereiro de 1974. Foi poeta, folclorista, pintor, ator, teatrólogo e cineasta. Foi o idealizador do I Congresso Afro-Brasileiro, no Recife, em 1934, e também participou do segundo, em 1936, em Salvador (BA). Veja o vídeo-documentário O legado de Solano Trindade:

Leia também a reportagem “Solano Trindade, o poeta negro”.


Conteúdo relacionado

Mais conteúdos sobre o Assunto

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

Fim do conteudo.
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
 
Conséd, Conselho Nacional de Secretários de Educação
Coordenação técnica
Cenpec, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Programa Escrevendo o Futuro / Olimpíada de Língua Portuguesa
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé