Saltar para o conteúdo Saltar para o menu Saltar para o rodapé Fale conosco
Portal da Olimpiada de Lingua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Linkes rede sociais.        

Análise de texto - Memórias Literárias

Inicio do conteudo

Para auxiliar professores e avaliadores a esmiuçarem o que os alunos-autores têm a dizer nas múltiplas camadas de suas escritas, selecionamos um texto de cada um dos gêneros e o analisamos.

Em cada trecho, há perguntas que orientam o olhar do leitor para a análise cuidadosa do poema, tendo como referência os critérios de avaliação do Caderno Se bem me lembro... Para ler a análise do fragmento, clique na caixinha de cor lilás.

Uma vida de borboletas azuis

Marcas de autoria - Será que o título motiva a leitura?

Com irmãos não menos extrovertidos que eu, minha infância é um texto de bagunças e artes que atiçavam os nervos de meu pai. Esse me vem à lembrança como a mais rica das memórias que ainda não se apagaram completamente nesses 82 anos, de caminhada árdua pela vida.

Adequação linguística – As memórias são narradas como se as lembranças fossem do autor? Há recursos linguísticos que contribuem para integrar o real e o ficcional?

Tema – O texto se reporta, de forma singular, à cultura e à história local?

De minha mãe não guardo muita coisa, pois ela se foi quando eu era um toquinho de gente, tinha apenas cinco anos. Como lembrança dela recordo uma teimosia que guardo com vergonha, e é um bocado engraçada. Foi em um fim de tarde.
Como sempre, ela nos mandou meus irmãos e eu, irmos tomar banho no riacho que corria logo abaixo de casa. No forno da casa havia um bolo assando, e como eu estava com uma gula imensa por devorá-lo, propus a minha mãe que se ela me desse um pedaço do bolo eu tomava o tal do banho. Ela ignorou meu pedido e me deu um pedaço de sabão para que eu me banhasse de uma vez. O pedaço era tão parecido com uma fatia de bolo, que eu naquela idade me confundi com tal. Hum! Jurei que era o doce de verdade.

Adequação discursiva – As referências a objetos e lugares que já não existem ou que se transformaram reconstroem experiências pessoais vividas? O texto resgata aspectos da localidade pela perspectiva de um antigo morador?

Lembro com lágrimas nos olhos das brincadeiras, do tempo de vestidinho de chita que eram recheados de imaginação. A ilusão de ver uma boneca em uma espiga de milho ou em um embrulho de meias, uma bola para jogar caçador, era a única maneira de termos um brinquedo por falta de dinheiro. Porém, as brincadeiras não deixavam de ser calorosas e divertidas em meio a tantos improvisos.

Convenções da escrita – O texto atende às convenções (pontuação)?

O decorrer dos dias era sempre a mesma rotina, acordar, ir para o curral, ordenhar as vacas, depois ir para o campo cortar milho. Nos fins de semana fazíamos faxina em casa. O que me divertia era ir à igreja, e cantar ladainhas em italiano. Minha rotina só mudou quando comecei a frequentar a escola aos nove anos.

Convenções da escrita – O texto atende às convenções (pontuação)?

Adequação discursiva – O texto deixa transparecer sentimentos, impressões e apreciações para provocar sensações, envolver o leitor e transportá-lo para a época da vivência narrada?

A minha infância na escola, ao contrário de muitas, não me causava repulsa. Em uma escola de freiras, as professoras não eram feras de unhas afiadas como em tantas histórias, nem os castigos severos. Tudo corria perfeitamente. Até hoje lembro de lições em que escrevíamos na “pedra” para depois apagar, e guardar apenas entre as orelhas: temos um polegar, um indicador, anelar, mindinho, pai de todos; temos quatro caninos...

Adequação discursiva – O texto aborda aspectos da cultura ou da história local?

Aos treze anos comecei um namoro com meu vizinho, ele na época tinha quatorze anos e frequentávamos a mesma escola. As festas que eu então ia seguidamente com meu pai, era o ponto de encontro entre eu e Ezelino. Nós nos comunicávamos trocando apenas olhares. Eu roubava o seu sono, ele o meu, nos amávamos deveras. O casamento veio seis anos depois. Tudo arranjado por meus parentes, que fizeram um bom trabalho, pois saiu uma linda festa com churrasco e deliciosos doces. Naquela nossa primeira noite, o sono roubado por tantos anos foi compensado, quando dormimos abraçadinhos até de manhãzinha, com borboletas azuis rondando nossos sonhos.

Adequação discursiva – O texto está estruturado como uma narrativa e usa recursos de linguagem que lhe conferem características literárias?

A linda história foi substituída por um pesadelo anos mais tarde. As mariposas azuis desapareceram, quando meu querido faleceu de câncer aos 45 anos. Ainda não entendo como vivi trinta e oito anos sem Ezelino ao meu lado.

Convenções da escrita – O texto atende às convenções?

Hoje quando sento na cadeira de balanço tenho a impressão de que as borboletas voltam e rondam meu coração trazendo a lembrança de Ezelino, onde nos seus olhos vejo refletida toda a minha infância e sinto na boca o gosto do sabão, trocado pelo bolo. Se eu pudesse arrumar minha trouxinha e me mudar para a infância novamente, não pensaria duas vezes, levava a meus amigos para sentir o gostinho de tudo o que eu vivi e poder reviver mais algum tempo com meu amado.

Marcas de autoria – O autor elaborou de modo próprio e original as lembranças do morador entrevistado?

Trocando em miúdos...

O que pode ser melhorado? Para tornar o texto analisado um “fiel exemplar olímpico” do gênero, nossa avaliação deverá apontar para a necessidade de:

  • destacar informações sobre o lugar onde as lembranças foram vividas;
  • inserir sequências descritivas, para revelar a cultura e história locais;
  • relacionar passado e presente;
  • ressaltar a relação entre o real e o ficcional;
  • rever a pontuação.

Conteúdo relacionado

Mais conteúdos sobre o Assunto

Comentários

Ver mais comentários

Adicionar comentário

Olá, visitante. Para fazer comentários e respondê-los você precisa estar autenticado.

Clique aqui para se identificar

Título

Fim do conteudo.
inicio do rodapé
Parceiros
Fundação Roberto Marinho
 
Futura
 
Undime
 
Conséd
Coordenação técnica
Cenpec
Iniciativa
Itaú
 
Ministério da Educação
Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
Cenpec - Rua Minas Gerais, 228 Higienópolis, CEP 01244-010 São Paulo/SP
Central de atendimento: 0800-7719310
Fim do rodapé