Temas semelhantes, recursos parecidos

Atividades

  1. Retome os dois poemas. Copie-os dispostos lado a lado para mostrar como se organizam e quais os seus recursos expressivos.
  2. Peça-lhes que verifiquem semelhanças e diferenças entre eles:
  • Uma semelhança evidente é a organização ou o modo de ocupar a página; além da composição em versos com rimas, agrupados em estrofes, ambos empregam figuras: metáfora e comparação, no primeiro; personificação, no segundo.
  • O tema também se assemelha: ambos falam de uma cidade de modo carinhoso e afetivo. Mas há uma diferença de tom. Qual é ela? Os alunos perceberão que o segundo é melancólico, ao passo que o primeiro, não, pois a poetisa carioca fala com entusiasmo do Rio de Janeiro.
  • Quanto à descrição, encontramos alguns pontos comuns: visão a distância; descrição de um monumento alto; presença de nuvens que sugerem sonho e tom cinza-claro, dando cor e movimento ao quadro descrito.
  • O ponto comum mais importante é o modo como falam da cidade retratada, indicando que gostam muito dela. Por causa disso e dos recursos empregados no texto, o leitor sente vontade de conhecer o local retratado pelos dois poemas.
  • Termine a oficina levando os alunos a observar o título dos dois poemas: “Milagre no Corcovado” e “Cidadezinha”. O tema de ambos é o mesmo: o retrato de uma cidade. Mas cada um deles tem um título próprio, específico.
  • Diga-lhes que quando criarem um poema sobre a cidade deles, também podem usar vários recursos poéticos para falar sobre o lugar onde vivem de uma forma inovadora, e não devem se esquecer de dar um título ao poema, pois o tema de que ele trata não deve figurar como título.

Recursos expressivos

a) Semelhanças

  • Os dois poemas organizam-se em versos, agrupados em estrofes.
  • Apresentam rimas, ritmo marcado e repetições.
  • Empregam recursos expressivos diversos. Figuras de linguagem: metáfora e comparação em “Milagre do Corcovado”; personificação e diminutivos em “Cidadezinha”.
  • Os dois poetas falam afetuosamente da cidade que descrevem.

b) Diferenças

  • O primeiro tem tom entusiasmado e o segundo, melancólico.